Novas enquetes
2013




PARTICIPE
 
 

Jararacuçu: Bothrops jararacussu Lacerda, 1884
PDF

Quem Somos
Autores
     Informações Gerais    
 
Acontece

     Agenda de Eventos


     Enquetes

    
     Editorial

  
     Links

Procura no site








    
 

  
 
                                         www.jbca.com.br

Editorial


E a luta continua
 

Cláudio Baptista de Carvalho
 

<<Ler na íntegra em PDF>>

..........................................................................

 

Artigo experimental

 

Anti-Leptospira agglutinins in farm workers, bovines and canines performed in the microregion of Itaperuna, Rio de Janeiro, Brazil.

Márcio Manhães Folly, Lívia Gonçalves Da Silva, Martha Maria Pereira, Guilherme Valente de Souza e Thiago Farias da Silva

 

Leptospirosis is caused by pathogenic spiral bacteria of the genus Leptospira, family Leptospiraceae, and the order Spirochaetales.  Leptospirosis affects humans and animals, and is considered the most common zoonosis in the world. This work focused on a serological survey in domestic and production animals on farms and with farm workers in close contact with animals. A serological study of leptospirosis in 32 humans, 120 cows and 10 canines was made on dairy farms of Itaperuna, RJ,  Brazil. The frequency of anti-Leptospira agglutinins in bovine was 14% (0.14±0.06) according to Microscopic Agglutination Testing.  In 6.67% (0.07±0.05) of the tested dairy cattle, the Tarassovi serovar was the most common, followed by the Hardjo serovar at a prevalence of 5% (0.05±0.04). In humans a prevalence of 16% was observed (0.16±0.13), and the serovars identified were: Icterohaemorrhagiae 6.25% (0.06±0.09) and Hardjo 5% (0,05±0,039. According to ELISA, the results were negative for reactive-IgM. The percentage of canine anti-agglutinins was 20% (0.20±0.30) for Canicola serovar. In conclusion, similar serovars in cows and humans were confirmed, suggesting environmental contamination by the Hardjo serovar. Different Leptospira spp. serovars were detected in the same microregion in all three species.

<<Ler na íntegra em PDF>>

 

...................................................

Relato de caso

Aspectos anatomopatológicos da esporotricose felina

Maria Aparecida da Silva, Raphael Mansur Medina, Rachel Bittencourt Ribeiro, Renato Luiz da Silveira e Eulógio Carlos Queiróz de Carvalho

Esporotricose é uma micose subcutânea piogranulomatosa de caráter zoonótico causada pelo fungo Sporothrix sp.. A contaminação dos animais ocorre principalmente por mordedura e/ou arranhaduras. No animal contaminado a doença pode se manifestar na forma cutânea localizada, cutânea linfática e disseminada. Na histopatologia os Sporothrix sp. apresentam-se, leveduriformes, ovais ou alongados e em forma de charuto, livres ou no interior de macrófagos. No exame microbiológico, por ser um fungo dimórfico, as formas variam de acordo com a temperatura em que são cultivados. Este trabalho visa relatar um caso de esporotricose em gato. As amostras para histopatologia foram colhidas de lesão cutânea ulcerativa da face próxima à região da narina, de um felino, macho, SRD, com 5 anos de idade. O material estava fixado em formalina neutra tamponada a 10% e foi processado por inclusão em parafina. Cortes com 5 μm de espessura obtidos em micrótomo rotativo foram corados pelos métodos de hematoxilina-eosina (HE) e Grocott-Gomori methenamine-silver (GMS) para pesquisa de fungo. A microscopia em HE revelou infiltrado de mononucleares com predomínio de macrófagos formando um granuloma. No citoplasma dos macrófagos impressionavam estruturas arredondadas e ovaladas que, submetidas ao GMS apresentavam-se com coloração enegrecida. Diante dos achados em HE e GMS foi possível concluir que a lesão ulcerativa na face do animal era uma micose pelo Sporothrix sp..

<<Ler na íntegra em PDF>>

 

.......................................................................................................

Suplemento do I Congresso Brasileiro da Anclivepa (COBRA), ocorrido de 5 a 7 de setembro de 2013. Local: Parlamundi - LBV - SGAS 915 Sul - Brasília - DF.

Ler em PDF

O conteúdo deste arquivo é de inteira responsabilidade dos organizadores do evento. Quaisquer informações, por favor,
 escreva para marcelloroza@gmail.com

.......................................................................................................
Utilidades: Leitor de PDF - Modelo declaração COBEA - Cessão de Direitos
.......................................................................................................
Este periódico científico é filiado à ABEC - Associação Brasileira de Editores Científicos. Por sugestão desta asssociação, a periodicidade inicial será semestral, reduzindo-se gradativamente os intervalos de tempo entre as edições de acordo com o crescimento da publicação.(www.abecbrasil.org.br)