Novas enquetes...







 
Quem Somos
Autores
     Informações Gerais    
 
Acontece

     Agenda de Eventos


     Enquetes

    
     Editorial

  
     Links

Procura no site
................................




Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias    CCTA

Laboratório de Clínica e Cirurgia Animal   LCCA


Clique e saiba mais...

................................


Doe Medula. Salve Vidas



    
 

      Mais Informações
 

                                         www.jbca.com.br

Editorial


 "Novos tempos" 


 
Cláudio Baptista de Carvalho


 <<Ler na íntegra em PDF>>



..........................................................................



Relato de casos
 

Evaluación de recuento de células somáticas, prueba de California Mastitis y composición química de leche de cabra

FOLLY MM, TEIXEIRA GN,  SERAFIM L, TRAVASSOS CE, CASTILLO LB

          La leche de cabra tiene nutrientes que se recomiendan para personas que sufren de problemas digestivos o reacciones a la leche de vaca. El seguimiento del recuento de células somáticas (RCS) y su relación con los componentes químicos de la leche son parámetros que deben seguirse en la evaluación de la calidad de la leche de cabra. Se encontró una correlación mensual entre la grasa, proteína, lactosa y sólidos de leche de cabra con RCS abajo y arriba de 1,0 x 106 células / ml en una finca de creación de cabra en la Región Norte de Río de Janeiro, por un período de un año. Se recogieron 336 muestras de leche de cabra de un año. Un estudio bacteriológico se realizó en 71 muestras donde se determinaron RCS arriba de 1,0 x 10 6 células / ml. Se demostró que  valores arriba de RCS 1,0 x 10 6 células / ml en la leche de cabra no causó diferencias significativas en proteínas, grasa, lactosa y sólidos. La prueba del CMT no ha dado buenos resultados en comparación con el RCS. El Staphylococcus coagulasa negativo (49 muestras), fue la colonia de bacterias aislada en mayor porcentaje. Llegamos a la conclusión de que el CMT, con una o dos cruces, en comparación con el RCS presenta resultados dudosos que lleva a falsas interpretaciones positivas sobre la presencia de infección en los senos de la cabra, aunque la mayor fiabilidad es cuando el CMT presenta tres cruces. Valores altos de RCS en la leche de cabra no interfiere en los índices cuantitativos de los componentes químicos.

<<Ler na íntegra em PDF>>



..........................................................................


Transplante do bloco cardiopulmonar em cão utilizando a técnica de auto-perfusão

AMARAL LG, SANTOS CL, VALE DF, COSTA AC, PAIVA RA, OLIVEIRA ALA

Na Medicina Veterinária, o transplante cardíaco ainda encontra-se em fase inicial. A grande exigência de equipe multidisciplinar, bem como a dificuldade na captação dos órgãos em período de tempo viável e o controle da rejeição representam em conjunto barreiras importantes para o desenvolvimento de serviços nestas áreas. Este trabalho descreve um transplante de bloco cardiopulmonar em um cão. O bloco foi retirado, mantido pela técnica de auto-perfusão e implantado sem parada circulatória, estando o receptor em circulação extracorpórea. O objetivo do trabalho foi testar a viabilidade do transplante do bloco cardiopulmonar sem parada cardíaca. Para isto, foram utilizados dois cães com pesos e conformação de tórax semelhantes. Do primeiro coletou-se o bloco cardiopulmonar sem que houvesse a interrupção dos batimentos cardíacos, sendo em seguida acondicionado em recipiente estéril para conservação do conjunto cardiopulmonar. Para o implante do bloco cardiopulmonar no receptor foi necessária a submissão do animal à circulação extracorpórea. O experimento foi realizado com sucesso e encerrou-se após o restabelecimento da hemodinâmica. Para que seja usado clinicamente na Medicina Veterinária, as técnicas de transplante do bloco cardiopulmonar precisam ser aprimoradas e melhor desenvolvidas, bem como o controle da rejeição e o apoio à recuperação com auxilio da terapia intensiva.

<<Ler na íntegra em PDF>>


..........................................................................


 

Padronização da técnica de imobilização do membro pélvico para estudo da atrofia muscular esquelética em ratos

PAIXÃO APS, ALVES EGL, BITENCOURT ACV, CORRÊA JÚNIOR JD, VASCONCELOS AC
 

Trinta ratos Wistar, machos, adultos jovens, com peso médio de 400 gramas, foram utilizados para padronizar uma técnica de imobilização do membro pélvico para estudo da atrofia muscular esquelética. Os animais foram divididos em seis grupos, sendo seis ratos em cada grupo imobilizado (Grupo I, por 15 dias; Grupo II, 30 dias; Grupo III, 45 dias); e quatro em cada grupo controle (Grupo IV, 15 dias; Grupo V, 30 dias e Grupo VI, 45 dias). Os animais foram anestesiados com xilazina e quetamina para a imobilização. Após os períodos padronizados, os animais sofreram eutanásia e os músculos gastrocnêmios e sóleos direitos foram dissecados, retirados e pesados. Posteriormente, os ventres musculares foram seccionados transversalmente no terço médio para serem analisados morfologicamente e morfometricamente. As imobilizações causaram uma atrofia muscular esquelética com consequente diminuição significativa da área média dos músculos sóleo e gastrocnêmio, do peso muscular dos músculos, e aumento da área média do tecido conjuntivo muscular nos intervalos de tempo proposto. Concluindo, a imobilização através de atadura gessada é eficiente para manter o membro imóvel e provocar atrofia muscular por desuso do membro nos distintos períodos, já evidente com 15 dias de imobilização. Dos músculos aqui estudados, o gastrocnêmio foi o que mais perdeu peso muscular assim como a área muscular, sendo mais intensamente afetado que o sóleo nos períodos finais estudados. De maneira oposta, o tecido conjuntivo aumenta mais no músculo sóleo que no gastrocnêmico.

<<Ler na íntegra em PDF>>


..........................................................................




Edição Suplementar


Anais do IX Congresso Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária.  Búzios (RJ) – 28 a 31 de outubro de 2010.


Leia na íntegra: E
dição anterior


Complementar - Resumos expandidos -
NOVO

 

.......................................................................................................
Utilidades: Leitor de PDF - Modelo declaração COBEA - Cessão de Direitos
.......................................................................................................
Este periódico científico é filiado à ABEC - Associação Brasileira de Editores Científicos. Por sugestão desta asssociação, a periodicidade inicial será semestral, reduzindo-se gradativamente os intervalos de tempo entre as edições de acordo com o crescimento da publicação.(www.abecbrasil.org.br)